Category Archives: Uncategorized

2010/09/14 19:00

Marimekko – how pretty is Mary’s dress…

Thank the kindness of the great Brazilian Design Journalist Adélia Borges I was invited to take part in an amazing experience: to visit Marimekko’s Factory and have dinner with the designers. Marimekko’s fans, such as myself, can understand how crazy I went seeing all those fantastic fabrics being printed. Long live Marimekko and Adélia Borges!



2010/09/12 07:24

Finland. Finally.

Otaniemi Campus by Alvar Aalto

Finland. Finally.

For those who don’t know, I am currently living in Finland. My love and respect for Finnish design have, once more, brought me here. I am getting a Masters Degree from Aalto University School of Art and Design, TAiK.

I’ll try to use the blog as a tool to keep you informed and to try to share the great experiences I am having here.

To whom it may concern: Oiti design has NOT taken a  break (not even a day) due to my stay in Finland. There is a fantastic team, in Brazil, working to produce and deliver your orders. And thanks to technology, I am working from Helsinki.

Welcome to Helsinki!

Otaniemi Campus by Alvar Aalto



2010/07/30 03:04

Reminder Ring no Petiscos!

O Petiscos, site da Julia Petit, postou hoje o meu “Reminder Ring”. Olha que lindo! Isadora, minha estagiária querida que mandou a dica. O dia ainda nem virou e a procura já está insana – beijos, Julia Petit! Tá todo mundo pedindo mais imagens, aí estão. O Petiscos passou o contato da minha loja de design, a Grampo e a fila de espera por um Reminder tá só aumentado. Amei!

Essa forma de usar, na pontinha do dedo, é a minha sugestão, mas cada um usa como quiser. Uma cliente arquiteta querida, a Camila, usa no dedo do pé.

E ele ainda vem na caixinha com um post-it com a mensagem para o seu momento: “remember to be happy”, “remember that I love you”, “remember to behave” ou “remember to marry me”. Confesso que sou louca para vender um “remember to marry me”, mas até agora… ninguém comprou um para esse fim. Rapazes, animai-vos!



2010/04/06 22:37

Grampo



Em 2007, em parceria com a arquiteta Manoela Beneti, abri a Grampo, uma loja que traz para Belo Horizonte o melhor do design contemporâneo, onde você encontra de móveis a utilitários, de jóias a pequenos mimos. Design, design e mais design!

O nome traduz a nossa vontade de ‘grampear’ trabalhos que admiramos e nos quais acreditamos. Dessa vontade surgiu também o blog, mais uma chance, sem limites geográficos, de passar para quem se identificar um pouco do nosso olhar sobre as coisas. Design, arte, arquitetura e otras cositas más.

In 2007, together with architect Manoela Beneti, I opened Grampo, a store that brings the best of contemporary design to Belo Horizonte, Brazil. From furniture to jewelry; from small objects to gifts. Design, design and even more design!

The name Grampo means staple in Portuguese and translates our desire to staple the work that we admire and believe in. Departing from this concept we also created a blog, an opportunity, without geographic boundaries, to show our readers our view towards things. Design, art, architecture and other bits and pieces.



2009/11/12 12:42

Trabant

TRABANT

Com vocês, um clássico da RDA: o Trabant! Esse carro/carrocinha que eu, particularmente, acho lindo era praticamente o único carro da Alemanha Oriental.  Um carro desse demorava uns 15 anos para ser entregue, a ponto de um usado valer mais que um novo. Simpático ele, não? As novas fofuras automobilísticas do mercado atual  não beberam dessa água? Dêem uma olhada no Ev-n e no Cinquecento! Mais referências do lado de dentro do muro, nos próximos posts…



2009/11/11 11:43

Achtung, baby!

QUEDA DO MURO

[Muro de Berlim: 1961-1989]

Há 20 anos atrás, no dia 9 de novembro de 1989, caía o Muro de Berlim. Aquela construção bizarra que dividia a capital alemã ao meio, mantendo famílias, amigos separados por mais de 15 anos. Me lembro, quando criança, de não entender bem como aquilo tinha sido feito. Me parecia tão sem sentido, que meu cérebro tentava uma explicação mirabolante para o mecanismo da coisa. Aos 19 anos, fui a Berlim e passei um dia inteiro no Checkpoint Charlie, já transformado em museu. Me lembro de ficar totalmente atordoada. É o velho e infalível choque de realidade!

Mas a data hoje é de celebração! Mudemos o tom! Como nosso assunto aqui é design e não a minha relação com fatos históricos dessa natureza, trouxe, em um impulso melancólico, um apanhado da estética alemã do período da guerra fria. Se alguém lembrar de mais alguma coisa, sintam-se a vontade para palpitar!



2009/10/16 21:57

iPhone post!

[naiara]

[isadora]

[fernanda]

Comprei um iPhone e esse é meu primeiro post computerless… Pra estreiar a nova condição, apresento a vocês as meninas da oiti. Olha que lindinhas, gente! Com vocês…Naiara, Fernanda e Isadora! (Não sei se eu vou conseguir colocar legenda nas fotos…) Se tudo der certo, esses posts vão ficar muito mais frequentes…



2009/10/07 21:33

KIOSK

loja pop-up KIOSK para o London Design Festival

[loja pop-up KIOSK para o London Design Festival]

Kiosk-at-SCP-13

[loja pop-up KIOSK para o London Design Festival]

Kiosk-at-SCP-9

[loja pop-up KIOSK para o London Design Festival]

f510760ab715c7d08eb5d8bb4a9655ed

[roller seat, da exposição Finlândia]

90bebd3fe1d5479de7375e3257bf45a4

[chocolate da exposição mexicana]

0f5b00b0150357d7d33979d3fad2464e

[sake master, da exposição sobre o Japão]

711af056f22eecea6ddf39ad05b9a5b1[cherry lollis da Alemanha]

Gente, publicamos essa nota no site da Grampo, minha loja de design em Belo Horizonte, e achei legal mostrar aqui também. Essas idéias são daquelas  que só tomam corpo em NYC. Não acham? Nada contra o resto do mundo, mas naquela cidade se  faz de tudo um pouco, se pode de tudo um pouco. Mas vamos lá! Esse é o espaço Pop up da KIOSK -loja nova iorquina – que “poped up” na semana de design de Londres.

Eu adoro o conceito dessa loja! O proprietário, viaja pelo mundo montando “mixes” dos países visitados e os apresentam como em uma exposição. Finlândia, México e Japão já foram explorados…

Eu me divertiria “curando” o mix Brasil. Priomeiro ítem: pirulito de chupeta (aqueles alaranjados com açucar em cima). Segundo ítem: arara de madeira. Terceiro ítem: copo lagoinha… This could go forever…



Ainda na onda da repetição…

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Kybvi0Zq_cU&eurl]

Falando na repetição bem sucedida, na manipulação genail da mesma imagem multiplicada,para os colegas (colega, heim? Que dureza! Detesto essa palavra!) arquitetos leitores do blog (ai!! esse blog da oiti ainda nem tem leitor…), lembro dos meus dias de Escola de Arquitetura, orientada em P3 pelo querido Ferolla que falava da beleza o ritmo das varandas em balanço do meu projeto a la MVRDV (quem não fez arquitetura na década de 90 e não se deixou levar – um pouco demais – pelos holandeses, que atire a primeira pedra). Ritmo para arquiteto = repetição. Não é Axé, jazz ou foxtrote. Sendo assim…, Paulo Waisberg e Clarissa Neves são Bons exemplos de como um bom arquiteto (ou dois) sabe REPETIR no lugar certo e na hora certa. Para provar isso, aqui está o cenário do Ronaldo Fraga na coleção do Rio São Francisco: 1 bacia, 2 bacias, 3 bacias…
Vejam porque é lindo! (E Ferolla, o Paulo também era meio holandês, não era?? Ah… na verdade ele era meio deconstru… o abismo que separa 3 anos de diferença…)